Connect with us

Published

on

A Justiça de Alagoas decretou a prisão preventiva de cinco suspeitos de participar de uma live nas redes sociais em que mostrava o grupo praticando sexo na frente de uma criança de dois anos. A avó do menino, que também havia sido presa em flagrante, foi solta. O caso foi registrado no último sábado (6), em Teotônio Vilela e as prisões foram mantidas durante audiência de custódia realizada nesta quarta-feira (10).

As imagens mostram ao menos oito pessoas no quarto do imóvel onde estava a criança. Na ocasião, é possível ouvir palavras e atos de teor sexual, enquanto o menino é visto em cima da cama com outros adultos. Ainda no vídeo, um dos envolvidos faz sexo oral no outro, na frente do menor.

 

O registro chegou ao conhecimento do Conselho Tutelar da cidade, que acionou a Polícia Militar e, dos oito envolvidos, seis foram presos em flagrante, incluindo a avó da criança, que também estava na casa.

Os pais do menino conseguiram fugir, levando a criança com eles.

Durante a audiência de custódia, o juiz de direito Mário de Medeiros Rocha decretou a prisão preventiva de cinco deles e soltou a avó do menino.

O magistrado levou em consideração o depoimento de um dos envolvidos. Ele relatou que a mulher não estava presente no quarto no momento em que o ato sexual aconteceu.

 

 

*HEBERT BORGES e MARIANE RODRIGUES/GazetaWeb

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights