Connect with us

Published

on

A Polícia Civil de Alagoas (PC/AL) prendeu, nessa quarta-feira (26), em Arapiraca, um homem de 41 anos acusado de estupro de vulnerável. O crime teria ocorrido no Povoado Xexéu, zona rural da capital do Agreste, e desenhos da vítima, que é sua sobrinha de 11 anos, ajudaram a polícia a elucidar o caso.

A denúncia foi recebida após a menor relatar que havia sido abusada sexualmente pelo próprio tio. Imediatamente o inquérito para investigar os fatos foi instaurado.

A equipe policial teve acesso a desenhos e rascunhos feitos pela vítima em momentos de isolamento, nos quais a criança expressava suas angústias, mas não havia mostrado para ninguém. Esses desenhos foram encontrados por uma irmã mais nova da vítima, que os mostrou à mãe.

“Esse fato possibilitou que os familiares da vítima tivessem conhecimento dos abusos, visto que a criança tinha receio de relatá-los por sofrer ameaças do suposto autor”, informou a PC/AL.



					Desenhos de criança de 11 anos ajudam polícia a prender tio suspeito de estupro no Agreste
Tio preso suspeito de estuprar a sobrinha em Arapiraca. Assessoria PC/AL

Os desenhos destacavam regiões íntimas do corpo da vítima, com setas, círculos e frases, como “eu não so mais vigis”, “ele toco ei mi”, e “e eu não podia cota para”. Esses elementos foram fundamentais para a investigação, evidenciando a gravidade dos abusos e as ameaças feitas para manter o silêncio da vítima.

Durante as investigações, descobriu-se também que a vítima havia tentado tirar a própria vida devido aos traumas causados pelo abuso.

Com base nas provas reunidas, a delegada Maria Fernandes Porto, da Delegacia Especial da Criança e do Adolescente de Arapiraca, solicitou a prisão preventiva, que foi decretada pelo Poder Judiciário. A equipe da Delegacia Especial da Criança e do Adolescente cumpriu o mandado e, agora, o acusado está à disposição da Justiça.

 

*GazetaWeb

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights