Connect with us

Published

on

A operação de combate ao contrabando de produtos falsos, e que entraram no Brasil sem pagar impostos, foi realizada na manhã desta quarta-feira (19), em Maceió, e teve como alvo 13 estabelecimentos comerciais instalados no Centro da capital e em um shopping da cidade. A ação foi desencadeada pela Receita Federal com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Foram apreendidos, ao todo, 600 volumes em mercadorias. O total do valor dos produtos recolhidos se aproxima de R$ 2 milhões, entre aparelhos eletrônicos, roupas e brinquedos. A operação contou com a participação de mais de 60 servidores da Receita Federal e mais nove agentes da PRF.

“A Receita Federal reitera que vários desses brinquedos falsos e roupas podem ser feitos com produtos de descarte no exterior, ou seja, de lixo, às vezes até lixo hospitalar, o que traz perigo à sociedade que compra este tipo de produto”, informou em nota.

A Receita Federal destacou que o combate à importação de produtos que não pagam impostos protege a concorrência leal e os bons lojistas que pagam seus impostos e que contratam seus funcionários respeitando as leis trabalhistas. O tipo de contrabando alimenta o trabalho escravo no Brasil e em outros países, e pode financiar organizações criminosas e outros tipos de crime.

 

*Com informações da Ascom Receita Federal

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights