Connect with us

Published

on

Mais que dobrou o número de óbitos em investigação por dengue em Alagoas esta semana, na comparação com a última Semana Epidemiológica, saltando de seis para 15 casos. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), as mortes dos pacientes oriundos de 14 municípios alagoanos (uma cidade teve duas vítimas) são consideradas suspeitas para as chamadas arboviroses e seguem em análise.

O órgão informou que, até a Semana Epidemiológica 23, foram notificados 11.544 casos suspeitos da doença, dos quais 6.409 foram confirmados. Ao todo, foram contabilizados cinco óbitos nos municípios de Atalaia (1), Viçosa (1), Porto de Pedras (1), Rio Largo (1) e Maceió (1), mesmo número da semana anterior.

As 15 mortes em investigação são oriundas de Teotônio Vilela (1), Boca da Mata (1), Porto de Pedras (1), Viçosa (1), Atalaia (1), Porto Calvo (1), Rio Largo (1), Craíbas (1), União dos Palmares (1), Poço das Trincheiras (1), Barra de São Miguel (1), Piaçabuçu (1), São José da Laje (1) e Maceió (2).

No mesmo período do ano passado, segundo a Sesau, foram registrados 3.728 casos suspeitos de dengue, dos quais 2.311 foram confirmados, com o registro de um óbito no município de Maceió.

Caso de Arapiraca

O caso da jovem de 25 anos, Bianca Leão, que morreu na terça-feira (11) após apresentar sintomas da dengue e ser internada em Arapiraca, não aparece ainda no boletim epidemiológico da Sesau. A morte está sendo investigada pela Secretaria Municipal de Saúde. A vítima é filha do vereador arapiraquense, Fabiano Leão

 

*Regina Carvalho/GazetaWeb

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights