Connect with us

Published

on

Um dia após fugir do Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, usando lençóis como corda e os lançando pela janela do banheiro, Wellington dos Santos Ribeiro, de 25 anos, contratou um advogado. Ele alega que é inocente da acusação de tráfico de drogas e pede para ser ouvido por meio virtual, para que possa contar sua versão.

Daryo Santos, o advogado contratado por Ribeiro, conta que seu cliente não detalhou como fugiu da unidade de saúde, mas alega que o motivo que o levou para lá foi uma prisão injusta. Na versão da Polícia Militar, o homem estava com um grupo de outros jovens que fugiu ao ver a polícia no bairro Levada.

Ainda segundo a polícia, a partir daí iniciou-se uma troca de tiros da qual Wellington teria participado. Os militares contaram que o jovem foi atingido por estilhaços e, assim, foi capturado. Com ele, a aguarnição encontrou drogas. Os PMs dizem ainda que o suspeito estaria armado, mas teria lançado o objeto fora antes de ser preso.

Já na versão passada por Wellington ao advogado, toda a narrativa dos policiais é inverídica. A defesa questiona, por exemplo, o fato de o jovem ter conseguido se desfazer da arma e não do entorpecente.

Outro questionamento apresentado é que, no próprio relato policial, há a narrativa de que a população teria se insurgido contra a prisão de Wellington Ribeiro, inclusive arremessando objetos contra a viatura, e, mesmo assim, ninguém foi levado para a delegacia por causa disso. Na versão da defesa, isso ocorreu porque os populares estariam supostamente revoltados com a prisão injusta.

Diante disso, o advogado Daryo Santos pediu à Justiça que Wellington Ribeiro seja ouvido por meio virtual, já que não pretende se apresentar, mas quer dar sua versão dos fatos.

Santos explicou que o simples fato do cliente ter sido preso novamente fez com que ele regredisse de regime no processo em que já tem condenação e está no semiaberto. Com isso, o advogado disse que somente após provada a inocência no caso de tráfico de drogas que Wellington poderá voltar para o semiaberto.

 

*Gazetaweb

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights