Connect with us

Published

on

Em meio a gritos de alegria misturados com lágrimas de emoção, a Prefeitura de Maceió e a Caixa Econômica Federal (CEF) sortearam, nesta segunda-feira (15), 324 unidades habitacionais do Residencial Parque da Lagoa, construído no bairro Vergel do Lago. A população acompanhou com bastante ansiedade o tão aguardado sorteio, que foi transmitido em tempo real em um telão montado no Papódromo.

Foram contemplados moradores que ainda vivem em comunidades às margens da Lagoa Mundaú, e que estavam cadastrados na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Habitacional (Semhab).

Os apartamentos estão 100% concluídos. Cada um possui 45 metros quadrados, distribuídos em cinco cômodos: sala, banheiro, área de serviço e dois quartos. Todos possuem acabamentos em cerâmica e acesso à água potável encanada, algo que boa parte das pessoas das comunidades Mundaú, Sururu, Peixe e Muvuca não tinham até então.

Moradores de comunidades no Vergel aguardavam sorteio com muita expectativa. Foto: Alisson Frazão/ Secom Maceió
Moradores de comunidades no Vergel aguardavam sorteio com muita expectativa. Foto: Alisson Frazão/ Secom Maceió

“Eu pedi muito a Deus que saísse o meu nome hoje. E, agora, eu dou um grito de vitória por esta bênção. Quero muito agradecer a Deus, primeiramente, e, depois, ao nosso prefeito e à Caixa. Moro aqui na beira da lagoa e agora vou mudar de vida”, disse a dona de casa Amanda Luiza Andrade, que soltou um grito ao ter o nome anunciado no sorteio.

Antônio Marcos de Albuquerque não escondeu a emoção ao ser contemplado. Foto: Itawi Albuquerque/ Secom Maceió
Antônio Marcos de Albuquerque não escondeu a emoção ao ser contemplado. Foto: Itawi Albuquerque/ Secom Maceió

Para o pescador Antônio Marcos de Albuquerque, 45 anos, a tarde desta segunda-feira ficará marcada para sempre na memória. Ao ver o nome no telão, ele saiu correndo em meio aos espectadores do evento e se ajoelhou na terra batida, erguendo as mãos ao céu em agradecimento pela conquista. A emoção dele contagiou o público presente.

“Ganhei a minha casa. Glória a Deus! Esperava por este momento desde 2019, com muita ansiedade, quando fiz o cadastro, para viver dignamente com a minha filha. Meu barraco foi derrubado pela enchente e precisou ser reconstruído. Só tenho a agradecer por esta tão grande bênção que recebi”, repetia o contemplado.

Outra beneficiada que se destacava em meio à multidão, pela felicidade em realizar o sonho da casa própria, foi a doméstica Maria Berenice de Lima, 45 anos. Ela não parava de saltar e de comemorar a realização do grande sonho em ter conquistado um lugar novinho para morar.

Maria Berenice de Lima, 45 anos, deu saltos de alegria quando foi sorteada. Foto: Alisson Frazão/ Secom Maceió
Maria Berenice de Lima, 45 anos, deu saltos de alegria quando foi sorteada. Foto: Alisson Frazão/ Secom Maceió

“A emoção é muito grande que não tenho como segurar. Vou sair do aluguel, minha gente! Chegar até aqui foi uma luta. Batalhei muito, mas não chegava. Deus é maravilhoso e bom. Deus existe. Agora, vou me mudar para a minha nova casa e montar o próprio negócio”, expôs, ainda maravilhada.

O Residencial Parque da Lagoa está orçado em R$ 200 milhões, erguido com recursos do Governo Federal e contrapartida da Prefeitura de Maceió. Ao todo, são 1.776 apartamentos para abrigar mais de sete mil moradores da orla lagunar. Até o momento, foram entregues 161 unidades habitacionais.

Os beneficiários passarão a residir no empreendimento logo após a assinatura do contrato junto à Caixa Econômica Federal. A data ainda será agendada pela instituição financeira, após superada a fase burocrática e de instalações elétricas e de água pelas concessionárias dos serviços.

Além de promover a moradia, a comunidade local foi empregada na construção do residencial. A obra já chegou a contratar, aproximadamente, 450 funcionários, sendo 60% trabalhadores que moram na orla lagunar.

Marco histórico

Considerado um marco histórico para a capital alagoana, o investimento em habitação social assegura dignidade para as pessoas que antes moravam em barracos improvisados às margens da lagoa Mundaú. Maceió avançou na política habitacional desde 2021. Já foram entregues, pela prefeitura, 3.964 unidades habitacionais em três anos.

 

*Assessoria

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights