Connect with us

Published

on

O guarda municipal de São Miguel dos Campos, Edvaldo Bemvindo Silva, de 52 anos, prometeu um “presente” para Valkiria de Brito Cavalcanti, de 40 anos, antes de tirar a vida da vítima, por não aceitar o fim do relacionamento.

Valkiria foi morta no dia do seu aniversário, nesse domingo, 25, dentro de uma loja de cosméticos da qual era gerente, no Shopping Pátio, no Benedito Bentes, em Maceió. Edvaldo cometeu suicídio posteriormente.

O delegado plantonista, Nivaldo Aleixo, esteve presente à ocorrência e informou que Edvalvo e Valkiria tiveram um relacionamento de 10 anos, porém, havia 4 meses que estavam separados.

“O rapaz que cometeu essa loucura conviveu com a jovem por 10 anos, só que, durante o período, a convivência foi entre idas e vindas. Há 4 meses, em novembro, eles se separam”, detalhou.

A vítima estava em outro namoro e Edvaldo não aceitava o fim do relacionamento. “Ele (Edvaldo) ainda tentou a reconciliação, mas, recentemente, ela arrumou um namorado, e, com isso, talvez, ele tenha surtado”, disse.

Ao chegar à loja, Edvaldo disse que daria um “presente” para a vítima, por ser o aniversário dela, cometendo o crime em seguida.

“Ele esteve à procura dela e, chegando à loja, disse que tinha um presente. As filmagens obtidas pela polícia mostram eles conversando, dando para notar uma insistência por parte dele. Ela saiu e ele foi atrás, momento em que Edvaldo puxou a pistola, dando um tiro fatal. Com a mesma pistola, ele deu um tiro na cabeça e, também, foi a óbito”, completou.

A Polícia Militar (PM) também foi acionada e isolou a área, até a chegada do Instituto Médico Legal (IML), responsável pelo recolhimento dos corpos.

Valkiria também trabalhava com confecção de bolos e deixa três filhos, nenhum com o ex-companheiro que tirou a sua vida.

 

*Greyce Bernardino/GazetaWeb

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights