Connect with us

Published

on

A Capitania dos Portos de Alagoas diminuiu a restrição do tráfego de embarcações e liberou a atividade de pesca na Lagoa Mundaú em parte da área delimitada pela Defesa Civil de Maceió, devido ao risco de colapso das minas de sal-gema. A região mais próxima às minas continua interditada.

A revogação da portaria foi assinada pelo Capitão de Fragata, Luciano da Silva Teixeira, nessa quarta-feira (21), após recomendação da Defesa Civil.

A região está interditada desde novembro de 2023, por ocasião do colapso da mina 18, o que impossibilita a atividade de pesca em toda a área demarcada.

“Essa medida foi tomada por segurança, para que não fosse colocado em risco a vida dos pescadores que trabalham naquela região, por causa do risco iminente de colapso da mina 18. Após o evento ocorrido, os estudos e monitoramento continuam existindo na área”, explica Abelardo Nobre, coordenador-geral da Defesa Civil de Maceió.

Após a diminuição dos riscos e a retomada dos trabalhos, inclusive o de preenchimento das minas, o órgão fez a recomendação dessa diminuição da área em que estava proibida a atividade de pesca.

“Nosso trabalho está sempre focado em salvaguardar a vida de toda a população. Não havendo riscos iminentes, a área delimitada pode ser diminuída”, acrescenta o coordenador.

A área delimitada já foi alterada desde ontem, e a atividade de pesca está liberada até a área demarcada com boias. A região mais próxima às minas, no entanto, continua interditada.

*Com assessoria

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights