Connect with us

Published

on

Foi preso, nessa quinta-feira (8), em Cacimbinhas, um homem de 46 anos, acusado de estuprar e engravidar uma jovem, de 23 anos (na data do fato), com deficiência e totalmente dependente de terceiros. O crime aconteceu em novembro de 2018, na cidade de Arapiraca, no Agreste alagoano.

O suspeito foi localizado após um trabalho investigativo bem sucedido da equipe do Núcleo de Investigação Especial (NIESP), que deu cumprimento ao mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário, em 2020.

“Ele é da cidade de Cubatão, em São Paulo, mas morou e praticou o crime no bairro Cavaco, em Arapiraca. Após o fato, se mudou, residindo em vários endereços em Arapiraca, até se estabelecer em Major Isidoro, perto da casa dos pais”, disse o chefe de operações do NIESP, Welber Cardoso.

A vítima tem deficiência resultante na incapacidade de produzir fala e só consegue se comunicar por gestos.

O autor, que era vizinho da vítima, abusou sexualmente da jovem, mantendo com ela conjunção carnal, tendo supostamente ocasionando uma gravidez, que teve parto realizado em julho de 2019, em uma maternidade de Arapiraca.

A vítima residia com a mãe e os irmãos. A genitora apenas tomou conhecimento dos fatos, quando, no mês de maio de 2019, percebeu que a filha estava com sintomas de gravidez, tendo sido confirmado pelos exames que a vítima já estava no 7º mês de gestação. Após o nascimento, a vítima comunicou – através de gestos – que o pai da criança era o denunciado.

A materialidade do delito está provada através da certidão de nascimento da filha da vítima. O acusado será submetido à realização do exame de DNA para comprovar ou não a paternidade.

Ele se encontra sob custódia da Polícia Civil e responde pelo crime de estupro de vulnerável, vítima com enfermidade ou deficiência mental, ou que, por qualquer outra causa, não pode oferecer resistência.

*Com assessoria

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights