Connect with us

Published

on

Um suposto médico estaria entrando em contato com familiares de pacientes de hospitais públicos de Alagoas para solicitar dinheiro via PIX pelos atendimentos prestados. A denúncia chegou à Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau), que disse estar colaborando com as autoridades policiais para a investigação da prática do crime.

O órgão reforçou que, em nenhuma hipótese, os profissionais entram em contato para realizar cobranças ou pedir pagamento, já que as unidades sob a gestão da secretaria são financiadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O acesso integral aos serviços é gratuito para toda a sociedade.

É importante frisar que hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) geridas pelo Estado, Clínicas da Família ou qualquer outra vinculadas à Secretaria Estadual não cobram pelos atendimentos prestados à população. Os alagoanos têm direito a acessar a rede pública de forma gratuita, por meio do SUS, conforme previsto no artigo 196 da Constituição da República.

O Secretário de Estado da Saúde, médico Gustavo Pontes de Miranda, ressaltou que o atendimento é um direito de todos e que não medirá esforços para que os envolvidos sejam localizados e punidos.

“O SUS é uma conquista dos brasileiros e qualquer cobrança pelos serviços é um crime grave. Estamos atuando em colaboração com as autoridades para que os autores sejam devidamente identificados e responsabilizados conforme prevê a legislação”, afirmou o titular da pasta.

*com informações da assessoria.

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights