Connect with us

Published

on

As guias de pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2024 já estão disponíveis para emissão no site da Prefeitura, aqui. Este ano, os maceioenses poderão quitar o imposto à vista, com três opções de descontos, ou parcelado em 10 vezes, sem descontos. A primeira cota única de 2024 oferece 15% de abatimento no valor total do IPTU do imóvel e vence no dia 31 de janeiro.

Para baixar o boleto, o cidadão deve informar o número de inscrição imobiliária, que pode ser localizado em carnês antigos do IPTU, ou o CPF do titular do imóvel. Também é possível localizar o número de inscrição da propriedade pelo endereço, na ferramenta de ‘Consulta Imóveis’, aqui.

A Secretaria Municipal de Fazenda (Sefaz) informa que este ano não enviará carnês ou boletos físicos para os pagamentos com descontos, que serão disponibilizados, exclusivamente, pela internet, no site de serviços do órgão.

Além da cota digital com 15%, o Município também irá oferecer a oportunidade de quitar o imposto com 10% de desconto, com vencimento em 29 de fevereiro, e 5% de desconto, com vencimento até 29 de março. As guias com os descontos de 10% e 5% só estarão disponíveis a partir do vencimento da primeira cota, no ínicio de fevereiro.

O IPTU pode ser pago via PIX, com o QR code gerado na emissão do boleto, ou por aplicativos bancários pelo código de barras disponibilizado pelo site.

A Sefaz também disponibiliza o atendimento virtual do órgão para auxiliar os maceioenses na emissão do imposto. Basta acessar o site www.online.maceio.al.gov.br, solicitar o serviço à atendente virtual Roberta e informar os dados para gerar o tributo. A Secretaria reforça que o tributo só é gerado pelos canais oficiais da Prefeitura de Maceió.

O IPTU é um tributo anual que é destinado a políticas públicas, como obras, reformas, compra de equipamentos e outras ações que ajudam os municípios a dar continuidade à oferta de serviços que impactam no bem-estar da população.

Os imóveis que não estiverem com o IPTU em dia podem ser inscritos em dívida ativa, trazendo consequências para o titular como cobranças judiciais, penhora de valores em conta corrente e até mesmo leilão do imóvel, além de juros e multas por atraso.

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights