Connect with us

Published

on

A Polícia Civil de Alagoas (PC/AL), através da Delegacia de Homicídios de Arapiraca, coordenada pelo delegado Everton Gonçalves, em conjunto com a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Rio de Janeiro, efetuou a captura de dois foragidos suspeitos de um crime de homicídio, tendo como vítima Valdiclea da Silva Ferreira, morta envenenada no Povoado Lagoa Cavada, zona rural de Arapiraca.

A vítima ingeriu veneno possivelmente no jantar preparado por sua filha, vindo a passar mal no decorrer da noite do dia 28 de julho de 2022, sendo ainda socorrida até a unidade hospitalar, mas falecendo no dia 1º de agosto de 2022, no Hospital Metropolitano de Maceió.

A substância utilizada no crime foi detectada após exames periciais realizados pela Polícia Científica, tratando-se de Terbufós, um inseticida-nematicida sistêmico empregado em culturas agrícolas para controle de pragas e considerado produto altamente tóxico, segundo o Ministério da Saúde (MS).

O delegado Everton Gonçalves reforça a importância do papel desempenhado pela Polícia Científica na elucidação do caso, esclarecendo que os suspeitos estavam foragidos desde o tempo do crime, após levantamentos da Divisão de Inteligência da Especializada.

O mandado de busca da menor foi expedido pelo Juízo da 1ª Vara da Infância, enquanto o mandado de prisão foi emitido pela 5ª Vara Criminal, ambos de Arapiraca/AL.

*Com assessoria

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights