Connect with us

Published

on

A Vigilância Sanitária de Maceió (Visa) apreendeu 1.300 kg de carne estragada em uma distribuidora localizada no bairro da Levada. A apreensão aconteceu na manhã dessa quinta-feira (14) durante fiscalização de rotina do órgão. Os fiscais encontraram o produto com o prazo de validade vencido pronto para comercialização, um caso considerado de risco à saúde pública. O produto foi recolhido para descarte e o estabelecimento foi autuado.

De acordo com o chefe especial da Visa, Airton Santos, o episódio foi caracterizado como conduta de má fé dos representantes da distribuidora, que pretendiam distribuir o produto para comercialização, mesmo com o prazo de validade vencido. Ainda segundo informações do órgão municipal, essa atitude poderia causar grave risco sanitário na saúde da população.

A fim de assegurar a saúde do consumidor e conscientizar os comerciantes e distribuidores, orientações referentes às normas sanitárias foram repassadas aos responsáveis pelos produtos no ato de fiscalização e apreensão. O estabelecimento  foi autuado e deverá responder a processo administrativo, cuja penalidade inclui multa no valor entre R$ 180 a R$ 38 mil.

“O produto estava com validade vencida, e iria ser distribuído para comercialização. Pedimos aos consumidores que mantenham-se atentos e aos comerciantes uma boa conscientização e responsabilidade para com a saúde da população, seguindo os padrões sanitários”, destaca Airton Santos.

Denúncia – Para denunciar irregularidades observadas em estabelecimentos que estejam fora das adequações sanitárias e que causam riscos à saúde da população, os maceioenses podem entrar em contato com a Visa pelo telefone (82) 3312-5495, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou pelo WhatsApp (82) 98752-2000, que funciona 24 horas, todos os dias, para o recebimento de mensagem de texto, foto e/ou vídeo. Todas as denúncias são anônimas, garantindo o sigilo do denunciante.

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights