Connect with us

Published

on

Uma amostra da água da Lagoa Mundaú foi coletada, na tarde desse domingo (10), logo após o rompimento da mina 18, da Braskem, por solicitação da Coordenadora Estadual de Defesa Civil.

A intenção do governo do Estado, ao solicitar a coleta, é descobrir o impacto do rompimento da mina na água da Lagoa Mundaú, que abriga muitas espécies de peixes e moluscos.

A análise do material será feita por técnicos do Instituto do Meio Ambiente (IMA) e a intenção é “dar o tratamento correto e eficaz”.

A coleta foi feita por uma equipe do Grupamento Aéreo da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). Nas redes sociais, um vídeo foi publicado contendo o momento em que a amostra foi retirada.

As imagens mostram um militar sobre a lagoa pendurado por um cabo no helicóptero. O procedimento foi feito desta maneira para não comprometer a qualidade do material a ser analisado em laboratório.

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights