Connect with us

Published

on

A Defesa Civil informou, no início da tarde deste domingo (10), que a mina 18, localizada no bairro do Mutange, em Maceió, sofreu rompimento, às 13h15 de hoje. Técnicos do órgão seguem monitorando o local em busca de mais informações e para entender o impacto geológico e ambiental.

“A Defesa Civil ressalta que a mina e todo o seu entorno estão desocupados e não há qualquer risco para as pessoas”, alertou o órgão, em nota.

Nas redes sociais, o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (JHC), confirmou o rompimento da mina, no trecho da lagoa próximo ao Mutange.

“A Defesa Civil de Maceió ressalta que a mina e todo o seu entorno estão desocupados e não há qualquer risco para as pessoas”, escreveu. “Novas informações sobre o assunto estão sendo obtidas e serão compartilhadas assim que possível”, acrescentou.

Ainda não se sabe o diâmetro da cratera formada pelo colapso da mina. A situação tem ligação com o afundamento do solo que atinge cinco bairros da capital alagoana. O monitoramento da mina foi ampliado após cinco abalos sentidos no mês de novembro.

A velocidade se acelerou neste sábado, chegando a 0,54 cm por hora, apresentando um movimento de 13 cm em 24h, segundo boletim emitido pela Defesa Civil. O rebaixamento da cavidade de onde era extraído sal gema já acumula 2,24 m.

O município está em estado de emergência por 180 dias desde quarta (29), conforme determinação do prefeito.

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights