Connect with us

Published

on

Seleção ocorreu na Cidade Universitária e mobilizou centenas de candidatos interessados nas vagas oferecidas por cinco empresas do ramo

Centenas de profissionais aproveitaram a oportunidade viabilizada pela Prefeitura de Maceió e participaram de uma seleção coletiva de emprego, no fim da tarde da última quarta-feira (17), no bairro Cidade Universitária. O mutirão, executado pelo Sine Maceió, ofereceu vagas de trabalho em diversos supermercados que estão prestes a se instalar ou que já abriram as portas na região.

Além de entregar o currículo pessoalmente, a ser conferido por uma banca, os candidatos que já possuíam experiência no ramo e residiam na localidade foram pré-selecionados ali mesmo e fizeram uma entrevista com diretores das empresas. Alguns já saíram de lá com a reinserção no mercado de trabalho praticamente assegurada.

O diretor do Sine Maceió, Nycholas Pires, explicou que a ação é inédita e foi planejada para atender a alta demanda do setor supermercadista na parte alta da cidade. Segundo ele, a quantidade de vagas neste segmento chega a ser maior do que o número de interessados.

“A quantidade de supermercados e comércio em geral tem crescido muito na parte alta de Maceió, com a atração de novas empresas. A capital gerou mais da metade dos empregos de Alagoas este ano e estamos batendo recordes de vagas disponibilizadas. Pela primeira vez, dentro da Cidade Universitária, o Sine conseguiu enxergar mais solicitações de vagas do que pessoas aptas. Por conta dessa necessidade, decidimos fazer a busca ativa”, ressaltou.

Ao todo, cinco empresas do ramo participaram do mutirão e ofereceram vagas. Uma delas, a Tio Ferreira, pretende inaugurar a terceira loja em Maceió até o fim do ano. Inclusive, esta seleção dos empregos ocorreu no galpão onde o supermercado vai funcionar.

“Ainda não temos equipe formada e vamos aproveitar este mutirão para selecionar os nossos futuros colaboradores. Temos vagas de líderes de setores e vamos escolher os que atuarão em todas as áreas de supermercado de varejo, a exemplo de repositor, operador de caixa, balconistas, estoquistas, motoqueiros e motoristas. Para abrirmos a loja, precisamos de uma equipe de 70 pessoas, no mínimo”, detalhou a diretora de Recursos Humanos do Tio Ferreira, Izabela Farias.

A proposta é absorver a mão de obra do bairro para dar qualidade de vida ao trabalhador e assegurar a proximidade de casa e o ambiente de trabalho.

Elidiane Supriano está desempregada, mas confiante ao tomar conhecimento da oportunidade de emprego. Ela disse que trabalhou em 2019, como operadora de caixa, em um supermercado no Rio de Janeiro, para onde decidiu ir em busca de trabalho. No entanto, teve que retornar a Alagoas durante a pandemia.

“Neste período, consegui atuar como serviço prestado, mas foi somente contrato e estou tentando um trabalho há um ano. Coloquei currículo em tudo quanto é lugar, mas só encontrei portas fechadas. O meu maior sonho agora é conseguir ser contratada, trabalhar de carteira assinada e na função que amo, que é operadora de caixa”, contou.

Já Roberto Pereira procura emprego formal desde dezembro do ano passado. Faz alguns ‘bicos’ para conseguir pagar as contas e ajudar na criação dos dois filhos. A chance de atuar em um supermercado, pela primeira vez, o motivou a participar do mutirão.

“Seria uma experiência incrível pra mim ser contratado por um supermercado. Já trabalhei como segurança, vigilante, vendedor e acredito que posso trabalhar nesta área também. Estou com esperança de que vou conseguir”, comentou o trabalhador.

De acordo com a Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Economia Solidária (Semtes), mutirões semelhantes com o objetivo de mapear e conectar os talentos às demandas de emprego que surgem estão programados para outros bairros da capital, sendo informados na oportunidade.

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights