Connect with us

Published

on

O chanceler brasileiro, Mauro Vieira, disse que o Egito aceitou receber os brasileiros que estão na Faixa de Gaza. A declaração foi dada nesta sexta-feira, 13, em entrevista à imprensa após a reunião do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas), que acabou sem acordo. “Egito aceitou receber brasileiro em Gaza”, disse Vieira, informando que o grupo que está na região vai ser transportado por um ônibus na manhã de sábado, 14. O veículo foi contratado pela embaixada brasileira. Conforme explicou o chanceler, as pessoas vão ser levadas para uma localidade mais ao sul, longe da zona em que pode haver ataques israelenses, que, como avisado pelo governo de Israel, tem previsão de acontecer a partir de sábado. “O que propusemos é que eles saíssem e fossem levados para um aeroporto perto da fronteira para que o avião que já está em Roma possa buscá-los”, disse Vieira, que não precisou dia e nem hora para que toda a operação seja finalizada, mas enfatizou que o avião já está a postos.

Na quinta-feira, 13, o governo do Brasil disponibilizou uma aeronave utilizada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para buscar os brasileiros que estão em Gaza. O avião partiu para Itália no mesmo dia e se encontra em Roma aguardando liberação para ir para o Egito, onde vai buscar os repatriados. O governo brasileiro informou que são cerca de 20 brasileiros, na sua maioria mulheres e crianças, interessados em sua retirada da Faixa de Gaza, porém, parte deles permanece reunida em escola local, aguardando evacuação para o sul, que está sendo viabilizada pelo Escritório em Ramalá. A Embaixada em Tel Aviv solicitou formalmente ao Governo de Israel que não bombardeie a escola. Eles acrescentam que a outra parte do grupo está em Khan Younes, no Sul da Faixa, para onde muitas pessoas se deslocam após o alerta de evacuação emitido, ontem, 12/10, pelas Forças de Defesa de Israel. Para buscar os repatriados, foi disponibilizado uma aeronave utilizada pela Presidência da República. No momento ela se encontra em Roma, na Itália, e aguarda autorização do Egito para resgatar os brasileiros na Faixa de Gaza.

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights