Connect with us

Published

on

O ex-jogador de basquete e empresário Michael Jordan entrou para a lista das 400 pessoas mais ricas dos Estados Unidos, de acordo com a revista “Forbes“. Com um patrimônio líquido estimado em US$ 3 bilhões, Jordan se tornou o primeiro atleta profissional americano a figurar nessa pesquisa anual. O levantamento traça um panorama dos ganhos acumulados por Jordan ao longo de sua carreira, que durou 16 anos. Durante esse período, estima-se que ele tenha construído uma fortuna de cerca de US$ 90 milhões, aproximadamente R$ 459 milhões.

No entanto, apesar do sucesso nas quadras, foi fora delas que Jordan alcançou o posto de atleta mais rico do mundo e da história. Em agosto deste ano, o empresário vendeu sua participação majoritária no time de basquete Charlotte Hornets por US$ 3 bilhões, um valor 17 vezes maior do que o desembolsado na compra, em 2010. Além disso, Jordan acumulou uma fortuna considerável através de contratos de publicidade com marcas como Hanes, McDonald’s, Gatorade e Nike. Estima-se que, ao longo de sua carreira, ele tenha faturado cerca de US$ 2,4 bilhões, algo em torno de R$ 12 bilhões, sem considerar os impostos.

Com a Nike, sua principal parceira, Jordan recebeu um cheque anual de royalties no valor de US$ 260 milhões, ou R$ 1,3 bilhão, referentes à linha de tênis e vestuário Air Jordan. Além de Michael Jordan, outros 17 bilionários também foram incluídos na lista “Forbes 400” deste ano. Entre eles estão Elisabeth DeLuca e família, Annette Lerner e família, William Goldring e família, Sanjit Biswas, John Kushner, John Bicket, Eren Ozmen, Seth Boro, Scott Crabill, Holden Spaht, Fatih Ozmen, Rajiv Jain, Geoffrey Palmer, James Duff, Thomas Duff, Stewart Horejsi e família, e J. Hyatt Brown.

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights