Connect with us

Published

on

Trinta escolas da rede municipal de Maceió serão contempladas pelo Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), neste segundo semestre. A secretária de Educação da capital, Jó Pereira, e representantes da Secretaria Municipal de Educação de Maceió (Semed) se reuniram com a gerente do Proerd, coronel PM Valdenize Ferreira, para alinhar as ações do programa nas unidades escolares.

Na reunião ocorrida sexta-feira (04), foram apresentadas as 30 unidades de ensino que serão atendidas pelas capacitações do Proerd, focadas no combate ao uso de drogas e à violência e ministradas por instrutores da Polícia Militar de Alagoas. Esse número pode ser ampliado, de acordo com a demanda da rede.

A parceria entre a Semed e a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-AL) levará lições de prevenção ao uso de substâncias ilícitas, para que os alunos aprendam a viver de maneira saudável, sem drogas e livres da violência.

Jó Pereira frisou a importância do programa, que integra estudantes, família e comunidade, reiterando a necessidade de cada vez mais ações intersetoriais e da junção de forças e esforços, envolvendo Município, Estado e União para alcançar melhores resultados em todas as áreas, por meio de políticas públicas integradas.

“Juntos, temos a capacidade de promover uma política de aproximação, de criar um senso de comunidade e ajudar nossas crianças a traçar seus planos de vida, com foco no aprendizado e na formação de ideias cidadãs”, afirmou a secretária, lembrando que uma das prioridades do prefeito JHC na educação é trazer a comunidade mais para perto da escola, fortalecendo a segurança nas unidades escolares e na comunidade no entorno, entre outras medidas.

A coronel Valdenize Ferreira pontuou que o Proerd ajuda a formar os “adultos do amanhã” e enfatizou a importância da presença da família na vida das crianças. “O Programa é importante para mantermos a prevenção às drogas e à violência nas escolas. Esses alunos têm a capacidade de se tornarem multiplicadores e podem contribuir para a diminuição do índice de violência”, destacou.

A reunião também contou com a presença de outros militares do programa da SSP, da secretária adjunta de Gestão Educacional da Semed, Noêmia Barroso, da diretora especializada de Gestão Educacional, Juliana Caeh, e da superintendente da Governança e Gestão Interna, Marcelle Telles.

Foi firmado um protocolo de intenções, no qual Semed, SSP, Polícia Militar e Proerd estabelecem o cronograma das instruções nas escolas da rede municipal e as responsabilidades das partes na implantação das ações preventivas de combate às drogas e à violência.

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights