Connect with us

Published

on

Polícia Civil de Alagoas prendeu, nesta quinta-feira, 3, um jovem suspeito de envolvimento na morte do policial militar Gledson Silva de Gusmão, 38 anos, em Bertioga, no litoral de São Paulo. O crime ocorreu em março de 2020. O policial foi sequestrado após ser reconhecido por criminosos em um baile funk. O suspeito, de 22 anos, era considerado foragido foi localizado no Povoado Santa Cruz do Deserto, em Mata Grande, após uma mandado de prisão expedido pela Justiça de São Paulo. Segundo a polícia, o caso ocorreu em um baile funk, no bairro Chácaras, onde o soldado foi levar uma amiga da família, após a mesma pedir para conhecer o evento. No local, três criminosos teriam reconhecido o policial. De acordo com a corporação, ele foi levado para uma área de mangue, situada no mesmo bairro. Ainda segundo a polícia, o corpo do soldado tinha marcas de tiros e facadas na cabeça e marcas de pauladas no rosto, pescoço e nas costas. O local onde o corpo foi encontrado é conhecido pela recorrente ‘desova de corpos do tribunal do crime’, segundo informou a corporação. O preso não teve a identidade revelada pela corporação. Segundo as investigações, ele apresentava sinais que indicavam que suas mãos foram amarradas.

 

 

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights