Connect with us

Published

on

“Meu marido era alegre, sorridente e vivia em família”. Foi assim que a esposa de Yuri Christian Viera dos Santos, de 27 anos, descreveu o cobrador de van que foi encontrado morto nesta terça-feira, 1º, dentro de um córrego na Grota do Campo da Cerâmica, no bairro do Tabuleiro do Martins, na parte alta de Maceió.

Yuri deixou uma filha de apenas quatro anos e mantinha relacionamento de mais de 8 anos com a esposa. Eles moravam na residência com a mãe da vítima, em Rio Largo, na Região Metropolitana de Maceió.

Em entrevista à reportagem do TNH1, a mulher disse que o marido não possuía inimizades e era um “homem trabalhador”. “O Yuri era trabalhador, trabalhava como cobrador de van e ainda era vendedor ambulante. Nós somos pais de uma uma menina de apenas 4 anos. Morávamos todos juntos, inclusive a mãe dele morava com a gente. Yuri vivia sorrindo, era alegre e não tinha inimizades. Não consigo imaginar a motivação da morte dele”, contou.

A esposa ainda relatou que Yuri saiu para trabalhar na tarde de ontem e não retornou mais para casa. Ao perceber que o marido não respondia as mensagens dela, começou a procurá-lo junto com outros familiares. “Ele saiu para trabalhar e, desde então, não vimos mais ele. Fizemos contato com ele, porém não houve resposta. Começamos a procurá-lo, divulgamos nas redes sociais o desaparecimento dele. Ainda não estamos acreditando que isso aconteceu com ele, estamos todos desesperados. Não consigo dizer, neste momento, o que vamos fazer e o que vai acontecer. Estamos em choque”, completou.

fonte: tnh1

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights