Connect with us

Published

on

Os bombons envenedados que mataram Lindaci Viegas (foto em destaque) no Rio de Janeiro também foram consumidos por amigas da cuidadora de idosos. Isso foi o que mostrou reportagem do Fantástico, exibida na noite deste domingo (28/5).

A suspeita de ter enviado os bombons envenenados é Susane Martins da Silva, presa na última quarta-feira (24/5). De acordo com a polícia, o crime teria ocorrido por ciúmes. Lindaci e a suposta assassina namoraram, em diferentes momentos, um homem identificado como Mário Sérgio. Lindaci morreu no dia em que completou 54 anos.

Após receber o pacote, Lindaci foi a um estabelecimento onde funciona um brechó e um salão de beleza. Lá, mostrou as flores que tinha recebido mandadas por uma pessoa desconhecida e comentou com as amigas a suspeita sobre os chocolates misteriosos (que foram junto com o buquê).

Gisele Oliveira Nascimento, cabelereira, foi a primeira a comer um pedaço. Enquanto isso, Lindaci ligou para amigos e parentes até que seu ex-marido disse ter enviado o chocolate. O homem, as investigações apontam, não sabia sobre o veneno e teria apenas tentado aproveitar a surpresa para agradar a ex-mulher.

“Meninas, tá liberado. Foi o pai dos meus filhos que me deu o chocolate”, disse Lindaci, segundo a narração de Telma Maria de Oliveira, depiladora e manicure do salão de beleza.

Uma das funcionárias estranhou a textura do chocolate, mas nenhuma passou mal. Gisele, a primeira a comer, apenas sentiu um inchaço na boca, mas não ligou o problema ao chocolate. “Poderia ser pior, aqui entra criança, idoso, compartilhamos o que tem aqui”, comentou.“O ex-marido falou para se gabar [que mandou o bombom e as flores]. Ele está muito mal, se sentindo culpado”, comentou Lenice Viegas Batista, mãe de Lindaci.

Metrópoles

Advertisement
Click to comment

Deixe uma resposta

Verified by MonsterInsights